Correção de cicatrizes

A resposta de nosso corpo a machucados profundos na pele é o fechamento deles com um tecido fibroso que não é pele e sim algo chamado de cicatriz. Os danos à pele podem ser acidentais ou pós-cirurgia e as cicatrizes resultantes ficam para o resto de nossas vidas.

As cicatrizes podem sem maiores ou menores, sadias ou doentes, largas ou finas e até a cor pode variar. É importante a(o) paciente saber de dois aspectos importantes. Primeiro a cicatriz depende muito da resposta que seu corpo terá ao trauma. Assim, traumas semelhantes em pessoas diferentes deixam cicatrizes diferentes. Segundo, a cicatriz tem fases de evolução e essas levam um determinado tempo para ocorrer. Isso significa que a cicatriz muda com o tempo e pode levar anos até amadurecer.

A cirurgia para correção de cicatrizes tem como objetivo remover cicatrizes ruins e problemáticas, reparar os tecidos locais e tentar obter cicatrizes mais agradáveis com boa estética. Assim, cada caso é avaliado para estudar as possibilidades e possíveis melhorias que o procedimento pode trazer para a(o) paciente.

A alta cirúrgica é no mesmo dia da cirurgia, de alguns minutos a algumas horas após a cirurgia. Todas as orientações quanto aos cuidados, curativos, repouso e retorno às atividades são informadas pelo Dr. Ungarelli durante seu pré-operatório e reforçadas no momento de sua alta. Esse é um procedimento que costuma mínima dor e as medicações de controle de dor são muito eficazes e ajustadas de acordo com as necessidades de cada paciente. É pouco provável que a dor venha a incomodar a(o) paciente.

O avanço técnico atual permite que seu repouso seja o menos incômodo possível. O retorno às atividades mais leves, incluindo trabalho de escritório, varia de 1 a 5 dias, ou seja, costuma ocorrer na mesma semana da cirurgia. Retorno a atividades pesadas e academia será um pouco mais longo. Esse tempo pode mudar caso haja procedimentos associados e também depende da recuperação individual de cada paciente. Todo o trabalho no pré-operatório, com avaliação clínica individualizada, escolha cuidadosa de hospitais e equipe de profissionais qualificados, bem como o trabalho durante a cirurgia, com treinamento e experiência diferenciados do Dr. Ungarelli diminuem os riscos de sua cirurgia.