Pós Cirurgia Bariátrica

Vários pacientes obesos se submetem a cirurgias emagrecedoras, conhecidas como cirurgias bariátricas. Nesses casos, a perda de peso costuma ser maior que 15 kg, o que causa uma flacidez e sobra de pele intensa nesses pacientes. Várias áreas do corpo são acometidas por esse problema e necessitam de correção cirúrgica.

As recomendações atuais são de que os pacientes tenham índice de massa corporal (IMC) inferior a 32 kg/m², peso estável por mais de 6 meses e cerca de 1 ano e meio a 2 anos após a cirurgia bariátrica para serem bons candidatos a cirurgias plásticas.

Os excessos de pele podem envelhecer o rosto, causar queda das sobrancelhas, excessos de pele nas pálpebras, flacidez do pescoço, excesso de pele na parte interna dos braços e axilas, queda mamária, ginecomastia, perda de volume das mamas, excesso de pele e gordura no abdome, laterais do tronco e costas, excesso de pele e queda do púbis, excesso de pele e gordura nas partes interna e lateral da coxa e joelhos e envelhecimento das mãos.

Tudo isso depende da quantidade de peso perdida, idade e predisposição genética da(o) paciente ao envelhecimento. Como cada paciente tem características anatômicas particulares, as ações para alcançar os melhores resultados requerem uma avaliação igualmente personalizada de cada caso pelo Dr. Ungarelli.

Para saber mais sobre os procedimentos corretivos para cada área, consulte as outras seções do site do Dr. Ungarelli, conforme a área que deseja corrigir:

– rosto: face-lift, lift de supercílios, blefaroplastia, toxina botulínica, preenchimento de rugas e sulcos, skin-booster, hidratação de pescoço e colo.

– braços e mãos: braquioplastia, rejuvenescimento das mãos.

– seios (mulher): mastopexia, aumento mamário com prótese de silicone.

– mamas (homem): correção de ginecomastia.

– abdome: abdominoplastia.

– costas: torsoplastia.

– coxas: cruroplastia.